Compartilhe...

Share
    • 03 JAN 18
    • 0

    Quando falamos de tratamentos ortodônticos, é bem provável que logo venha a sua mente o uso de aparelhos dentários por adolescentes. De fato, os tratamentos do tipo costumam ser mais comuns na fase da adolescência, mas não estão restritos a este período, nem são voltados apenas para a correção de dentes muito tortos ou com um espaço muito grande entre um e outro. A verdade é que o tratamento ortodôntico pode solucionar muitos problemas que envolvem mastigação, fala e até respiração, em todas as idades.

    É por isso que você precisa entender qual é o melhor momento para procurar o ortodontista já que um sorriso que esteja aparentemente alinhado nem sempre é sinônimo de que a mordida está sendo feita de forma correta. Só um dentista especialista em ortodontia poderá saber ao certo quando um tratamento se faz necessário.

    Quando procurar o ortodontista?

    Se você já pensou em optar por um tratamento ortodôntico para você ou para alguém que você gosta, você pode estar se perguntando: quando é o momento certo para ver um ortodontista? Bom, esta é uma excelente pergunta e para entender a resposta, você precisa analisar alguns fatores.

    Há um consenso de que dentes alinhados deixam o sorriso mais bonito, melhorando a aparência de  qualquer pessoa. Por isso, dentes desalinhados, tortos, ou muito espaçados afetam diretamente na harmonia e estética do rosto. É bem provável que você só entende que é a hora de procurar um ortodontista quando percebe que os dentes estão começando a entortar.

    Acontece que existem problemas diferentes na mordida que não necessariamente afetam na parte estética, mas também precisam de tratamentos ortodônticos: dentes apinhados, projetados, ou ainda mordidas cruzadas, são exemplos de situações que nem sempre comprometem a aparência do sorriso, mas podem causar problemas maiores na mastigação, fala e respiração. Em casos mais críticos, os paciente acaba tendo dores de cabeça e até mesmo incômodos que se estendem dos ouvidos até o pescoço apenas por conta do mal alinhamento dos dentes.

    É por isso que você não pode esperar por problemas, para só então procurar um especialista: quanto antes você visitar um ortodontista, melhor será o seu tratamento.

    No caso de crianças, recomendamos que você procure um dentista especialista em Ortodontia o mais cedo possível. O ideal é que diagnóstico e as orientações do ortodontista sejam feitas ainda na fase da dentição decídua, conhecida como a fase em que a criança ainda tem os dentes de leite. Indicamos a primeira visita ao especialista a partir dos cinco anos de idade.

    Isto não quer dizer que a criança vai sair do consultório usando aparelho, mas a avaliação precoce é importante porque permite o diagnóstico de problemas que podem ser mais facilmente corrigidos do que na fase adulta.

    Mas se o paciente não está mais na infância, não tem problemas: não existe idade limite para tratamentos ortodônticos, e o uso de aparelhos podem ser efetivos em diferentes idades. Na verdade o sucesso de um tratamento não depende da idade, mas da qualidade da saúde bucal, da colaboração do paciente, e do preparo do ortodontista.

    Que sintomas indicam a necessidade um tratamento ortodôntico?

    A verdade é que só um ortodontista poderá dizer ao certo se você precisa ou não de um tratamento. Por meio de exames ortodônticos, o profissional fará avaliações que irão detectar os problemas bucais e facilitar o planejamento de um tratamento.

    Mas alguns sintomas podem indicar a necessidade de uma visita ao consultório, então, se observa alguma das condições abaixo, é hora de conversar com o seu dentista de confiança:

    • perda dos dentes de leite de forma precoce ou tardia
    • dificuldade no ato de mastigar e/ou morder,
    • respiração predominantemente bucal
    • No caso das crianças, sucção de chupeta ou do dedo
    • Dentes apinhados (irregulares) e/ou mal posicionados
    • Espaços grandes entre um dente e outro
    • Paciente que morde a bochecha ou que possui dentes que tocam o palato (céu da boca),
    • Tamanho da mandíbula ou maxila e dos dentes desproporcionais em relação ao resto da face.

    No final das contas, eis uma verdade: você deve procurar um ortodontista sempre que tiver uma pergunta sobre o alinhamento dos dentes ou a qualidade da sua mordida, qualquer seja a sua idade ou situação.

    Lembre-se que dentes bem alinhados são mais fáceis de serem mantidos limpos e saudáveis. Além disso, uma mordida funcional evita que você tenha problemas para comer e falar, e evita problemas maiores. Então, por que não procurar um ortodontista agora mesmo e colher todos esses benefícios?

    Pronto para começar o seu tratamento ortodôntico? Entre em contato com a gente e agende uma avaliação.