Compartilhe...

Share
    • 11 JUL 17
    • 0

    O traumatismo dentário é bastante comum em crianças, que caem bastante no processo de aprender a andar, mas também em adultos. Um tombo de bicicleta, levar um encontrão naquele futebol de domingo ou mesmo tropeçar e cair durante uma simples caminhada pode acabar na perda de um dente. O que fazer nessa hora?

    O que mais assusta no princípio é o sangramento. Ele pode ser bem intenso, porque a boca é uma região repleta de vasos sanguíneos. Então entenda que isso é normal e mantenha a calma. O ideal é morder uma gaze ou pano limpo até estancar o sangramento. É necessário morder, porque a pressão sobre os vasos sanguíneos é o que controla o sangramento. Compressa com água gelada, e pode ser um picolé no caso de crianças, também ajuda a estancar o sangramento.

    E o dente que caiu? O que fazer com ele?

    Se o dente estiver inteiro, é importante reimplantá-lo o mais rápido possível. Mas para isso é preciso tomar alguns cuidados bem importantes de higienização. Não pegue o dente pela raiz, e sim pela coroa. Lave-o com soro fisiológico ou água filtrada, mas sem esfregar, porque isso poderia romper algumas fibras na raiz. E essas fibras são importantes para o sucesso do reimplante. Tente recolocá-lo no lugar e morder para que não caia, até chegar ao consultório do dentista. Se esse procedimento for feito em até 30 minutos após a queda, as chances de o reimplante funcionar são imensas.

    Quando não se deve reimplantar?

    Se for um dente de leite, não é recomendado o reimplante, pois a raiz pode ser forçada sobre o dente permanente que já está abaixo. Caso o dente seja permanente, mas esteja quebrado, também não deve ser reimplantado. Aqui o ideal é guardar o dente num recipiente com leite, soro fisiológico, água filtrada ou mesmo saliva, até chegar ao dentista.

    O mais importante, em qualquer um dos casos, é ir o mais rápido possível ao dentista, que saberá avaliar e tratar adequadamente o problema.