Compartilhe...

Share
    • 05 JUN 18
    • 0

    Ter um sorriso bonito, além de saudável, às vezes passa por um tratamento ortodôntico. Esses tratamentos vão evoluindo, em parte, graças ao retorno dado pelos pacientes durante e após o processo. A estética é uma das preocupações recorrentes. Passar meses com um sorriso metalizado não agrada a muitos pacientes. Para eles, existem hoje três tipos de aparelhos estéticos ou invisíveis à disposição: bráquetes estéticos, bráquetes linguais e os alinhadores removíveis.

    Apenas o dentista pode indicar o melhor aparelho para cada caso. No entanto, é sempre bom chegar no consultório com um pouco de conhecimento sobre as opções existentes.

    Bráquetes estéticos transparentes

    Há três tipos de aparelhos estéticos com bráquetes. O de Policarbonato, o de Cerâmica ou Porcelana e o de Safira.

    Policarbonato

    Feito de resina plástica, material menos resistente se comparado aos outros. Costuma descolar e quebrar com mais facilidade e frequência. É a alternativa mais barata, mas pode representar mais idas ao dentista para manutenção, por causas dos descolamentos e quebras.

    Cerâmica ou Porcelana

    Muito resistente, seus bráquetes dificilmente descolam ou quebram. No entanto, sua coloração é opaca. Melhor que a estética do policarbonato, mas não tão translúcido quanto o de Safira.

    Safira

    Possui o melhor resultado estético dos três. É o material mais resistente a quebra e descolamento, além de ser o mais discreto por ser translúcido.

    Bráquetes linguais

    São chamados de linguais por serem colocados na parte interna dos dentes, em contato direto com a língua. Não aparecem mesmo e em termos de discrição superam os bráquetes transparentes. Além disso, a medida que os dentes vão tomando sua posição final, a mudança vai sendo percebida claramente pelo paciente, o que serve como incentivo.

    Porém, por estarem em contato constante com a língua, podem causar desconforto e até mesmo problemas como aftas ou machucados, em decorrência do atrito frequente.

    A higienização é outro inconveniente. Por estarem quase escondidos na boca, fica difícil chegar aos cantinhos de todas as peças.

    A fala pode ser prejudicada durante a adaptação. O contato da língua com os bráquetes dificulta a articulação de algumas sílabas.

    Alinhadores removíveis

    Alinhadores invisíveis, como o Invisalign, oferecem muitas vantagens em relação aos bráquetes estéticos ou linguais. São os mais translúcidos de todos, não tendo impacto visual. São removíveis, o que facilita muito a higienização e não restringem a alimentação.

    Além disso, o paciente recebe um planejamento do tratamento detalhado em tecnologia computacional 3D. Isso significa que você já sabe, antes mesmo do tratamento começar, como seus dentes irão ficar ao final do tratamento.