Compartilhe...

Share
    • 21 JUL 16
    • 0

    piercing-nos-dentes

    Há quem decore o escritório, a casa, o quintal. Mas há quem prefira decorar os dentes e a moda é mais antiga do que se possa imaginar. Talvez os primeiros povos da América a aderirem a esse estilo tenham sido os Maias. Foram estudados mais de 2.500 exemplares da coleção Dientes Mutilados, do INAH (Instituto Nacional de Antropologia e História), no México. O que se viu foi uma precisão incrível para incrustar pedras preciosas nos dentes.

    piercing nos dentes

    José Concepción Jiménez, antropólogo do INAH, diz que a técnica utilizada pelos Maias para perfurar os dentes era precisa a ponto de não atingir a polpa, evitando infecções ou perda do dente e demonstrando grande conhecimento em odontologia para a época. E a cola usada para fixar as pedras era provavelmente uma resina feita com uma mistura de ervas, osso moído, pó mineral e goma. Tão eficiente que a maioria das pedras preciosas usadas, como Jade ou Turquesa, não se soltaram, milhares de anos depois.

    piercing nos dentes

    Modernos, sem furos, apenas com cola

    Tempo vai, tempo vem e a moda enverga, mas não quebra. Hoje em dia, pedras de strass, brilhantes ou peças em ouro são coladas com a mesma resina usada para fixar os bráquetes ortodônticos e podem ser removidas a qualquer tempo pelo dentista. Esses são os piercings menos invasivos e não causam nenhum dano à estrutura do dente. Desde que mantida a higienização normal.

    Não tente colar seu piercing sem a ajuda de um profissional. Outros materiais, que não os odontológicos, podem deixar manchas ou causar algum tipo de problema no esmalte do dente.

    piercing nos dentes

    A Cantora Katy Perry durante premiação na Austrália, em 2014.

    Fonte: INAH

     

Deixe um comentário

Cancelar comentário